100 Dúvidas
6 óleos naturais para sua pele e cabelos
por A Redação    Dia 08/07/2016      100 Dúvidas

Já pensou em usar óleo para ficar mais bonita? Não só o clássico óleo de amêndoas do potinho marrom, aquele que a mãe e a avó usam e até a bisa usava. São vários os óleos disponíveis no mercado para melhorar a pele, o cabelo, prevenir estrias e até tratar acne. Já pensou? Confira as dicas:

Óleo de coco
Rico em vitamina E, é um ótimo hidratante, além de ajudar a prevenir rugas, usando-se algumas gotas ao redor dos olhos. Também tem propriedades antissépticas e anti-inflamatórias.

Óleo de mameluca
Também tem propriedades antissépticas e ajuda no tratamento da seborreia. Usado no cabelo, ajuda no controle da oleosidade.

Óleo de semente de uva
O queridinho das gestantes, juntamente com o de amêndoas, por ter alto poder antioxidante e hidratante, melhorando em muito a elasticidade da pele e prevenindo as temidas estrias.

Óleo de rosa mosqueta
Altamente hidratante, ele também ajuda a reparar tecidos. O que significa que é ótima pedida para ajudar na cicatrização. Mas lembre-se de perguntar ao seu médico se o ferimento não vai piorar com esse tipo de aplicação.

Óleo de amêndoas
Leve e hidratante, serve tanto para a pele quanto para os cabelos. Você pode usar duas colheres de sopa do óleo levemente aquecido no cabelo seco, à noite, e coloque uma touca de banho. Pela manhã você pode lavar normalmente e vai perceber a diminuição do frizz e o aumento da maciez. Na pele você pode passar após o banho, com a pele ainda úmida, e não precisa usar hidratante depois.

Óleo de ricínio
Rico em ácido ricinoleico, é um ótimo antibacteriano usado em muitos produtos antiacne. Extraído de uma planta africana, esse oleozinho é poderoso também no combate aos odores, pois destrói os micróbios que causam o mau cheiro, sobretudo nas axilas. É usado também como hidratante (em áreas mais ressecadas, como joelhos e cotovelos), por ser rico em vitamina E, ao mesmo tempo que serve para fortalecer as unhas.

Com essa listinha básica em mãos, você já tem mais algumas alternativas de óleos naturais para usar nos tratamentos de beleza, mas lembre-se: escolha a versão orgânica e extraída a frio, sempre!

Via Revista Vida e Saúde

A Redação
COMENTÁRIOS
Comente com
MAIS LIDAS