Seu Corpo
Diário de bordo: Meu primeiro mês com novos hábitos
por Mayara Costa    Dia 05/11/2015      Seu Corpo

Meu primeiro contato a nutricionista, há um mês, não foi exatamente um ato voluntário. Tudo começou com o incentivo da minha família, amigos e pessoas próximas que me motivaram e pressionaram a agendar uma consulta para mudar meus hábitos alimentares desregulados e nada saudáveis. Aqui abro parênteses sobre a importância dos meus amigos, porque se não fosse pela insistência e motivação deles, eu ainda estaria me alimentando de forma errada.

A primeira consulta foi bastante motivadora, saí de lá inspirada a mudar de vida, porém com a certeza de que não seria nada fácil abandonar as comidas gostosas e calóricas. O primeiro desafio foi aumentar o consumo de frutas, verduras, castanhas, grãos e sementes, um hábito que, ao meu ver, não era nada agradável. Fui incumbida de controlar a quantidade de proteínas e carboidratos ingeridos nas três refeições do dia, reduzindo ao máximo o consumo de alimentos gordurosos, queijo, frituras, bebidas gaseificadas e sucos artificiais. Ela não me cortou o pão e o leite, apenas pediu para que eu mudasse para pão integral e leite desnatado sem exagero. Também tive que limitar o consumo de chocolate (meu maior vício) para apenas uma vez por semana, que tristeza! A primeira ida ao mercado com todo esse conceito natural já estabelecido foi torturante. Escolher comprar alimentos saudáveis no lugar dos mais gostosos ao paladar foi complicado, mas valeu a pena!

Fui aconselhada a praticar uma hora de esportes cinco vezes por semana e beber no mínimo dois litros de água todos os dias, lembrando de só ingerir líquido duas horas depois da refeição até meia hora antes da próxima refeição, entre outros conselhos. Confesso que a maioria dessas dicas eu já sabia e não queria abrir mão, mas nesse pouco tempo de reeducação alimentar, já estou sentindo mudanças em minha saúde e bem-estar.

O primeiro retorno à nutricionista aconteceu após 15 dias da primeira consulta e, para a minha surpresa, perdi 2,1 quilos. Como eu fiquei feliz! Mas esse foi só o começo. Nessa consulta ela me passou um controle alimentar mais específico e pediu para que eu fizesse uma desintoxicação alimentar à base de suco de frutas e verduras por três dias. Passei a sexta, sábado e domingo sem comer alimentos industrializados, cozidos e com açúcar. Foi difícil, mas nesses três dias senti uma incrível melhora na minha pele e tive mais disposição para realizar as atividades diárias. Em um mês consegui atingir a meta de perder 3,5 quilos e estou muito feliz. No começo é sempre mais difícil, sofri bastante, porém já estou me adaptando a nova rotina para emagrecer com saúde seguindo os princípios de vida saudável.

O que mais aprendi nesse último mês é a importância de buscar o equilíbrio em tudo, inclusive na alimentação. Não adianta parar de comer de um dia para o outro, fazer uma semana intensiva de dieta ou se privar por completo dos doces porque não vai resolver. Pouco a pouco devemos acostumar nosso organismo ao novo hábito e o resultado dessa mudança será uma vida mais plena, saudável e feliz dentro do peso ideal. Eu recomendo!

Estou continuando com a minha reeducação alimentar e novos hábitos. Daqui a um mês eu volto pra contar como estou me saindo!

Mayara Costa
COMENTÁRIOS
Comente com
MAIS LIDAS